Crítica | Game of Thrones – 7ª Temporada

A sétima temporada de Game of Thrones, a penúltima da serie, tinha tudo para ser um grande sucesso, se não fossem pelos inúmeros vazamentos e episódios liberados antes do tempo. Mesmo com todas as intempéries nos lançamentos dos episódios, não deixou a desejar. Muitos reclamaram dos possíveis erros de continuação e atropelos de uma cena a outra, a pressa apareceu escancarada.

Quem vem acompanhado a série desde o início, sabe que já tomou um rumo diferente da saga de livros As Cronicas de Gelo e Fogo. Muita gente que já passou dessa para melhor na série continua vivo nos livros. Alem disso, a própria história da HBO tomou rumos diferentes, o que deixa ainda maior o clima de suspense do que há por vir na última temporada.

Crítica | Game of Thrones - 7ª Temporada

A quantidade menor de episódios talvez tenha forçado essa quebra de ritmo entre as cenas, fazendo que alguns personagens parecessem se teletransportar de um território ao outro, me senti assistindo Jornada nas Estrelas. Imaginem só, acho que muitos iriam querer que a serie seguisse a temática de Senhor dos Anéis, onde Frodo Jon Snow (Kit Harington) passaria 5 episódios navegando ate Mordor Pedra do Dragão.

Talvez uma das coisas que me prendeu até agora na série, foram as surpresas desagradáveis de meus personagens favoritos serem mortos, ou destruídos moralmente por seus inimigos. Nessa temporada quase não tivemos surpresas, em alguns momentos, pude prever até as falas de alguns personagens. Não houveram grandes sustos ou decepções, nenhum plot twist.

Crítica | Game of Thrones - 7ª Temporada

Mas não posso falar o mesmo daqueles dragões, meus amigos, o que foi aquilo, a computação gráfica está impressionante. Eu amei, ficaram impecáveis, de arrepiar os cabelos da nuca. Devo dizer que o visual dos cenários em todos locais que essa temporada apresentou ficaram primorosos.

Essa temporada pode ter sido a mais corrida, porém, as batalhas foram eletrizantes. A emboscada do Euron Greyjoy (Johan Philip Asbæk) nos seus sobrinhos ficou muito bem feita, foi um batalha rápida, porém, bonita visualmente. A batalha no episódio do The Spoils of War, teve um visual sensacional, com os dragões incendiando o exército dos Lannisters, além de ser muito lindo ver o grupo do Jon lutar contra o Urso Zumbi e depois ser cercado pelos mortos no episódio do Beyond the Wall.

Crítica | Game of Thrones - 7ª Temporada

Se essa temporada falhou em alguns pontos, ela foi totalmente competente em outros, como nas batalhas e alguns diálogos que foram muito bem escritos e amarradas com as temporadas anteriores. É uma série competente, mesmo que as vezes o roteiro seja um pouco forçado e a história seja corrida, ainda tem seus méritos, e está bem acima da média do padrão regular das séries atuais. Porém, infelizmente o roteiro sacrificou alguns arcos e eventos que valeriam a pena serem vistos, entretanto não prejudicaram na história em si.

Siga me

Daniel

Um dos Guardiões da Galáxia, enviado do futuro para avisar que tá tenso, e ficou preso nessa era. Estudantede Sistemas de Informação no IFBA, técnico de informatica formado pela vida, amante das artes cinematográficas e Marvel-DC maníaco.
Siga me

Últimos posts por Daniel (exibir todos)