CINEMA | Deadpool – Crítica com Spoilers!

Deadpool - Crítica com Spoilers!

Antes de mais nada gostaríamos de avisar que este artigo contém SPOILERS. Prossiga por sua conta e risco e não estrague a surpresa para os seus amigos.

Deadpool - Crítica com Spoilers!

Deadpool, um filme bem fiel que muitos fãs de quadrinhos estavam aguardando que a FOX fizesse.

Deadpool - Crítica com Spoilers!

O roteiro do filme é bastante simples, um ex-militar e mercenário, Wade Wilson se apaixona por uma garota de programa chamada Vanessa. Eles vivem esse romance por um período de 1 ano, até que em uma noite quando de repente o Wade desmaia e é diagnosticado com câncer terminal. Depois disso, ele recebe uma proposta muito suspeita que poderia curar o câncer dele, entretanto da tudo errado nesse processo e ele se transforma em um mutante bastante sinistro e com um senso de humor incomum. Assim, Wade Wilson se torna o Deadpool e parte em busca de vingança contra o homem que causou-lhe tudo isso. No final, Deadpool mata o vilão chamado de Francis(Ajax) com um tiro na cabeça e consegue se reconciliar com a Vanessa.

Deadpool - Crítica com Spoilers!

O filme do anti-herói tagarela cumpre o que promete trazendo muito humor negro, violência, palavrões, nudez e sangue! E já começa ridicularizando tudo desde a cena inicial até a cena final, fazendo também bastante referências a cultura pop e também piadas com a linha temporal dos X-Men. O filme conta com dois integrantes dos X-Men, o Colossus e a Míssil Megasônico que ajudam o Deadpool em sua busca pela vingança. Também não falta a quebra da quarta parede, que é bastante comum nos quadrinhos, que é quando o personagem olha direto para a câmera e conversa com o público.

Obs: O filme possui duas cenas pós-créditos, e uma dessas cenas faz referência ao filme dos anos 80 “Curtindo a Vida Adoidado”. Enquanto a outra cena confirma que teremos um segundo filme do mercenário tagarela e com um novo integrante no elenco, chamado Cable.